Marketing para rádio católica: atraia ouvintes em 10 passos

Marketing para rádio católica: atraia ouvintes em 10 passos

Crescer sua audiência na rádio católica pode parecer algo muito complicado. Isso porque em tese a rádio é um meio muito pulverizado e de difícil retenção. A boa notícia é que existem muitos mitos em cima da rádio e com a internet ficou mais objetivo e mensurável o crescimento de audiência.

Então, se o seu desafio hoje é crescer o público ativo, já adiantamos que a internet é o caminho. Porém, como trabalhar um nicho específico como religioso e garantir uma audiência maior, mais constante e engajada?

É isso que descobriremos no artigo a seguir. Você vai entender como trabalhar marketing para rádio católica em 10 passos práticos.

Mas, primeiro, vamos entender quem é o público da rádio.

O público da rádio no Brasil

Ao contrário do que dizem, o rádio tem seu espaço e seus ouvintes. Inclusive, houve um crescimento de ouvintes do ano de 2020 para 2021. Segundo o estudo Inside Radio 2021, o aumento foi de 78% de ouvintes para 80% em 13 capitais e regiões metropolitanas.

Isso significa que 4 a cada 5 pessoas ouvem rádio em algum momento do seu dia. Ou seja, existem ótimas oportunidades e públicos ainda não alcançados pela sua rádio católica. Inclusive, quando a gente aumenta o zoom nos dados, percebe-se que a cada 5 ouvintes de rádio, 3 ouvem diariamente, com uma média diária de mais de 4 horas.

No geral, as pessoas que ouvem rádio acabam usando como uma companhia em outras tarefas. Seja para lavar louça, limpar a casa, dirigir o carro ou mesmo durante o expediente de trabalho. O rádio ainda é uma excelente mídia e não deve enfrentar mais queda de audiência.

Então entendemos que sim, existe público ativo nas rádios e que ele fica bastante tempo conectado com alguma emissora. Mas como medir isso de maneira eficiente? 

Medindo a audiência na rádio 


O que não é mensurado não é alcançado. Esse lema é muito importante quando falamos de veículos de mídia. Não adianta ter a melhor programação, um coração voltado para fazer a obra e os melhores equipamentos do mundo, se não tiver quem ouça, o trabalho será jogado fora. E para conseguir atingir esse público, precisa saber o que ele está ouvindo em sua rádio.

Vamos falar mais sobre como medir a audiência para saber se sua programação está de acordo. Primeiramente sobre a rádio tradicional. 

Rádio tradicional 


Existem formas de medir a audiência de uma rádio tradicional. Segundo o site do Ibope, a maneira mais comum é pelo que chamam de recall. Uma entrevista é realizada com um grupo heterogêneo de pessoas, de todas as classes sociais, idades e regiões, feita diariamente.

Todos os dias, profissionais do instituto ligam para pessoas variadas e perguntam para ela o que ela ouviu na rádio nas últimas 48 horas. Também é pedido para falarem o que foi ouvido nos últimos 90 dias. É feita uma média entre as mais recentes e as mais distantes e medida a audiência.

Como é feito diariamente, o IBOPE consegue mostrar quais são as principais rádios e programas. Porém, isso é insuficiente para saber o que de fato está dando certo ou não. 

Rádio online


A rádio online tem inúmeras formas de medir a audiência. Não só a audiência em si, mas seu engajamento, a forma como se comportam, quanto tempo permanecem conectados, etc. Isso tudo em tempo real, de maneira precisa e direta, sem precisar ou depender de pesquisas realizadas por terceiros. Veja alguns indicadores de como ver o sucesso de uma rádio online.

Audiência: de maneira pura e simples, é possível ver do Google Analytics as pessoas que estão entrando no site e acessando seus programas.
Tempo de permanência: também é possível ver no Analytics o tempo de permanência geral em cada uma das páginas, importante para saber quanto tempo as pessoas ficam te ouvindo.
Engajamento: aqui é possível ver pelo número de interações recebidas durante uma  transmissão ao vivo ou mesmo num programa gravado. 
Dados externos: aqui aglutinamos diversos indicadores como tamanho nas redes sociais, número de menções em canais como Twitter, YouTube e outros, número de buscas no Google pelo nome da rádio. Enfim, tudo que não envolve diretamente o acesso ao site da rádio.

Como dissemos, é possível ver como uma rádio online está crescendo e tendo sucesso com indicadores em tempo real. Além disso, a rádio online permite o alcance de pessoas fora da sua região, até mesmo em outros lugares do mundo. Isso é muito bom. Se ainda não possui uma rádio online, recomendamos que faça isso o quanto antes.

Agora vamos falar sobre marketing para rádio. 

Ações de marketing para rádio

Depois de saber mais sobre o público e os indicadores de audiência, vamos olhar os 10 passos que vão ajudar a sua rádio a ter mais ouvintes? 

1. Defina quem são suas personas


A gente falou sobre público acima. Mas aqui é mais específico. Quem ouve a sua rádio no dia a dia? Você tem em mente uma pessoa que representaria seu principal público?

É disso que as personas se tratam. Essa metodologia de marketing é usada para ir além do público-alvo, personalizar sua comunicação em um tipo de pessoa específica. Não precisa ser uma persona só, pode ser de 3 até 5. Pense nas seguintes informações para montar sua persona para a rádio:

  • Nome
  • Idade
  • Cidade
  • Estado civil
  • Trabalho
  • Nível de escolaridade
  • Renda
  • Classe social
  • Hábitos comportamentais 
  • O que consome
  • Etc. 


O importante é ter o máximo de informações para garantir uma persona mais fiel ao seu ouvinte real e assim a comunicação ser mais certeira. 

2. Conteúdo relevante 


Agora que desenhou suas personas e está confiante que elas representam a grande maioria do público que quer alcançar, é hora de criar conteúdo de valor para elas.

Quando dizemos isso, significa que é essencial que o conteúdo esteja de acordo com o que as personas montadas procuram. Quando falamos de marketing para rádio, não é possível trabalhar conteúdos em qualquer canal que seja que não estejam de acordo com o que o seu público deseja.

Então adeque seu conteúdo para ter mais resultados. 

3. Trabalhe suas redes sociais 


As redes sociais são o melhor termômetro de engajamento de um público com relação a uma marca. Quanto mais curtidas, comentários, salvamentos e compartilhamentos numa publicação de Instagram, por exemplo, melhor. Mas o Instagram apesar de ser a principal rede, não é a única.

Inclusive, é interessante olhar para as mais diversas redes sociais e perceber quais delas seu público está presente e também ingressar por lá. Veja o mundo de possibilidades:

  • Instagram 
  • Facebook
  • TikTok 
  • Twitter
  • Pinterest 
  • YouTube (existe a área de inscritos do canal, uma excelente forma de relacionamento) 
  • LinkedIn 
  • Snapchat 
  • WhatsApp 
  • Telegram
  • Facebook Messenger 


Veja algumas dicas para trabalhar sua rádio:

  • Crie sua conta em redes que façam sentido para o seu público
  • Deixe a conta no Instagram no modo profissional para acompanhar dados e eventualmente publicar anúncios pagos de seus produtos, alcançando mais pessoas
  • Traga conteúdos de valor e não transforme seu perfil numa vitrine de loja, as pessoas não estão nas redes sociais para isso 
  • Poste stories diariamente 
  • Não faça sorteios para ganhar seguidores, busque atrair o público com bom conteúdo, bom atendimento e preços e produtos competitivos

4. Faça lives


Desde 2020, as lives conquistaram um espaço especial no dia a dia das pessoas. Esse formato é importantíssimo para quem trabalha com rádio católica, já que transmissões ao vivo são uma excelente fonte de interatividade e engajamento.

Tenha uma rotina de lives no seu site, no YouTube e até mesmo no Instagram. Quanto mais público for tocado por essa estratégia, mais sucesso sua rádio terá. 

5. Não abra mão de um aplicativo 


Quase 90% dos acessos na internet no Brasil são feitos através do celular. Não contar com aplicativos e sites responsivos (que se adequam aos diferentes dispositivos) é um erro grande.

Com um aplicativo fica bem mais simples interagir, acompanhar seu público, mandar notificações e avisos de programas. Enfim, as vantagens de fidelizar esse público aumentam substancialmente quando investimos nesse tipo de plataforma.

Lembre-se, celular não é mais o futuro, é a realidade de todos.

6. Use o e-mail para se relacionar e encantar

E-mail marketing não é só enviar comunicados de maneira automática e para qualquer pessoa. A evolução desse tipo de mídia, uma das mais antigas do meio digital, é visível, tanto que é um dos canais com melhor engajamento e conversão do marketing digital.

Trabalhar e-mail, principalmente com newsletter, é uma das melhores formas de informar seus ouvintes e se relacionar com eles.

veja algumas dicas para ter um bom rendimento nesse canal:

  • Use newsletter com conteúdo relevante e de alto impacto 
  • Escreva título chamativos e atraentes 
  • Trabalhe as bases para que você não envie tantos e-mails para o mesmo público e coloque suas comunicações no spam 
  • Faça bons CTAs (call to action) e que sejam honestos 
  • Publique novidades, programação, eventos, notícias externas que façam sentido para o seu público
  • Não envie e-mails demais 
  • Sempre analise dados como: taxa de abertura, taxa de clique e CTOR (click through rate – taxa que mede abertura x cliques para medir engajamento)

Um outro canal que é da velha guarda como o e-mail e que também é muito acessado é o blog. Vamos para ele. 

6. Blog, blog, blog 


O blog ainda é muito acessado e uma das principais ferramentas para atrair um público que ainda não conhece sua rádio. Ou seja, é uma excelente forma de marketing para rádio que não deve ser desprezada.

O conteúdo do blog deve ser condizente com aquilo que o usuário está pesquisando. Se ele procura um tema sobre a bíblia, não adianta ter um título que fale sobre ela, mas o conteúdo seja outro. Conteúdo não é somente colocar palavras-chave repetidamente. O Google dá muita importância para o contexto. Isso inibe a proliferação do que chamamos de clickbait – conteúdo com chamadas e títulos que dão a entender uma coisa e quando você entra é algo totalmente diferente.

Então, seu conteúdo deve ser:

  • Relevante 
  • Com contexto 
  • Resolva um problema 
  • Honesto com sua proposta
  • Dentro da sua especificidade 


Mas além de estar atento aos canais de comunicação e divulgação da sua rádio, você precisa estar de olho no que a concorrência faz. 

7. Sempre ouça sua concorrência 


Aqui quando chamamos de concorrência, não é exatamente no sentido de derrotar algum competidor. Acreditamos na pluralidade e que há espaço para muitas rádios católicas no Brasil. Fica de olho aqui seria muito mais no sentido de aprendizado.

A isso damos o nome de benchmarking. Essa metodologia consiste em avaliar conteúdos de empresas do mesmo segmento e tirar boas práticas para a sua.

Ouça outras rádios e veja alguns destes pontos:

  • Como trabalham com seu público? 
  • Como dividem os espaços entre música e programa?
  • Onde são inseridos pedidos de oração, momentos de fé afins?
  • Qual é a forma que o locutor se expressa? 
  • Em que momentos ou programas são inseridos convidados e que tipo de convidados são?


As perguntas podem ser as mais variadas o possível e podem ser boas formas de indicar melhorias para sua rádio católica alcançar um público maior e mais fiel. 

8. Use ao seu favor os diretórios de rádios 


Essa dica é bem específica para rádio online e ajuda demais na hora de divulgar a sua. Os diretórios nada mais são do que portais onde as rádios podem ser cadastradas. Nesses portais, pessoas que já têm o hábito de ouvir webrádios podem ouvir a sua.

Existem diversos diretórios no Brasil que podem te ajudar a encontrar mais ouvintes que estejam procurando rádios católicas.

  • Kboing
  • TuneIn
  • Radiosaovivo.net
  • CX Radio
  • Vagalume
  • Internet Radio
  • Guia de Mídia
  • Online.radio
  • SHOUTcast
  • Radios.com.br
  • MusikCity
  • Rádios Online
  • Streema


Use esses diretórios e conquiste ainda mais público para o seu domínio. Mas além de conquistar mais pessoas, você precisará engajar e fidelizar elas. 

10. Fidelização e engajamento 


Por último, e talvez o mais importante, vem a fidelização dos seus ouvintes. É imprescindível que o bom trabalho iniciado na hora de conquistar mais público seja mantido aqui.

Vamos listar 5 ações básicas para continuar encantando e mantendo o relacionamento próximo com seus ouvintes.

1. Sempre tente fazer melhor:
busque novos formatos, novos tópicos, mostre ao público que há uma evolução constante.
2. Entregue além das expectativas do público:
entenda quais são as expectativas e supere de maneira que não haja motivos para eles não estarem ali.
3. Seja consistente em todos os canais:
poste bastante nas redes sociais, escreva muitos textos no blog, mande e-mails, incentive a participação de todos.
4. Incentive o conteúdo gerado pelo ouvinte:
áudio, mensagem, perguntas, pedidos de música, pedidos de oração, participação especial, etc.
5. Ofereça presentes:
uma boa forma de recompensar os ouvintes fiéis é presenteando-os sempre que possível. Não precisa ser nada caro, mas algo que expresse o bom relacionamento que estão tendo.

Construa o relacionamento todos os dias e crie uma comunidade. Essa será uma das maneiras mais eficazes de fazer marketing para rádio. 

Conclusão

Por fim, saiba que o trabalho com uma rádio exige tempo, paciência e muita dedicação, mas também boas pessoas ao seu lado.

É por isso que criamos a Agência Kharis, focada em marketing digital para o segmento católico. Acreditamos na missão de espalhar o Evangelho e fazemos isso ao ajudar empresas de vários setores a investir em comunicação pela internet.

Se você se interessou, venha conversar com a gente! Teremos uma grande alegria em te atender.

MAIS SOBRE

Rádios

ÚLTIMOS POSTS

ÚLTIMOS POSTS

Compartilhe:

Junte-se a nossa lista e receba atualizações, artigos e dicas incríveis para potencializar a evangelização.

Não sabe por onde começar?

Precisa de ajuda agora?​

Copyright 2019 – 2022 – Agência Kharis. Todos os direitos reservados. CNPJ: 34.896.772/0001-75

Digite seus dados abaixo