Rádio católica: como se adaptar ao digital e engajar seu público?

Rádio católica: como se adaptar ao digital e engajar seu público?

Search

Sabemos que em tempos atuais é um grande desafio conquistar um público que tem ficado cada dia mais com sua atenção fragmentada. São muitas opções de conteúdo em vídeos, redes sociais, podcasts, televisão e afins.

E, claro, ainda existe muito espaço para o rádio, porém o esforço para ganhar um aumento na audiência é diferente já que o público está espalhado em diversos canais. Então não faz mais sentido usar a mesma estratégia de engajamento da audiência muito menos as mesmas táticas de atração de novos ouvintes.

Hoje queremos falar sobre rádio católica e como deve ser o seu comportamento perante o meio digital a fim de conquistar um público maior e mais engajado. Já damos um spoiler aqui: não basta ter um streaming da sua programação na internet

Quem são as rádios


Aqui vão alguns dados bem interessantes sobre como esse meio mudou. Atualmente existem mais de 200 rádios online disponíveis para serem ouvidas de qualquer lugar e em qualquer dispositivo aqui no Brasil. Isso significa que as possibilidades aumentaram e muito dentro deste segmento.

É importante frisar que segundo o estudo publicado pela Real Networks, 3/4 desse número são de rádios tradicionais da AM e FM que investem nesse meio. Aqui já está um bom motivo para estar presente no meio digital. Mas vamos falar sobre o público que ouve rádio?



Quem ouve rádio?  


Analisando os dados da Kantar IBOPE, houve um crescimento de ouvintes do ano de 2020 para 2021. Segundo o estudo Inside Radio 2021, o aumento foi de 78% de ouvintes para 80% em 13 capitais e regiões metropolitanas.

Isso significa que 4 a cada 5 pessoas ouvem rádio em algum momento do seu dia. Inclusive, quando a gente aumenta o zoom nos dados, percebe-se que a cada 5 ouvintes de rádio, 3 ouvem diariamente, com uma média diária de mais de 4 horas.

E em relação aos locais onde as pessoas estão enquanto ouvem rádio, a maioria absoluta ouve em casa. Porém, a quantidade de pessoas que ouve no carro aumenta de um ano para outro. Veja só:

– Casa (71%)
– Carro (24%)
– Outros lugares (10%)
– Em trajetos (8%)
– Trabalho (2%)

Já pensando nas faixas etárias, são dois grandes grupos que se destacam: pessoas entre 30 e 39 anos e pessoas entre 60 e 69 anos. Isso significa que não necessariamente as pessoas mais velhas são os únicos ouvintes, adultos e jovens adultos também formam um bom público que pode e deve ser explorado para comunicação.

Um dado interessante é que cerca 30% das pessoas que têm o costume de ouvir rádio também ouvem podcasts. E aí está o nosso próximo tópico. 

Indo além do streaming


Um dos maiores erros cometidos por quem começa a trabalhar por esse tipo de canal é pensar que o meio digital é apenas uma extensão da rádio. E não, uma rádio online não é apenas colocar uma programação atual em um site.

Toda a maneira de se comunicar mudou, não tem porque achar que é possível seguir com o mesmo padrão e alcançar novos públicos. Inclusive isso se aplica ao nicho católico. Nós como igreja sempre manteremos a nossa essência e valores intactos, mas a maneira como nos comunicamos muda conforme o tempo.

Para se ter uma noção, YouTube e Spotify ganharam muito palco nos últimos anos porque revolucionaram a forma como assistimos e ouvimos conteúdo.

O YouTube revolucionou algumas vezes inclusive. Desde a sua criação, os formatos foram mudando de simples vídeos recortados da TV e ganharam produção de qualidade própria. Hoje o formato que domina são os “mesacast” onde apresentadores e convidados conversam de maneira mais informal sobre vários temas. Esse conteúdo é aproveitado em áudio para o Spotify e em vídeo no famoso modelo de “cortes”.

E falando em Spotify, a plataforma se aperfeiçoou a tal ponto que criou uma “prateleira” quase infinita de podcasts. São milhares de conteúdos distribuídos na plataforma e alguns são produzidos e apoiados como “Original Spotify”.

A grande diferença desses materiais, tanto de YouTube quanto de Spotify, é que eles usam e abusam da interatividade. Não é à toa que os podcasts mais ouvidos do Brasil são nesse formato. E falando em números expressivos, o país é o terceiro no mundo que mais consome esse tipo de material.

Então usar formatos que sejam inovadores ajuda a conversar com pessoas que estão fora da sua bolha. Ou seja, sua rádio católica pode produzir conteúdos gravados que alcancem pessoas em outros canais.

E a melhor parte é que esse material vai estar presente no site também. Você não precisa depender dessas plataformas inteiramente. É possível gerar conteúdo com a sua rádio católica, alcançar novos públicos e gerar tráfego para o seu site.

Mas quais ações podem ser realizadas para aumentar o engajamento e incentivar a interatividade? Você deve estar se perguntando. 

Ações de engajamento


Aqui vamos trazer formas de fazer com que a sua programação e o dia a dia da sua rádio sejam mais interativos e adequados ao novo comportamento do ouvinte. Vamos citar 5 exemplos rápidos.

#1 – Enquete diária: trazer a pergunta do dia e incentivar a participação ao vivo dos ouvintes, seja por mensagem ou mesmo por voz.
#2 – Promoções: quer uma participação em massa em curto prazo, então nada melhor do que realizar pequenas promoções diárias ou maiores que sejam semanais e mensais. Quase uma forma de gameficar a experiência do ouvinte e deixar ele mais conectado com a sua rádio.
#3 – Pedido musical: sem segredo aqui, mas pode ser feito em tempo real, trazer as mais pedidas do dia e formar as mais pedidas da semana.
#4 – Jogos: todo mundo gosta de gameshow, desafios, gincanas e afins. É possível interagir de verdade e cativar a audiência trabalhando de forma mais leve e descontraída.
#5 – Editoria: trabalhar bem o que vai ser falado e ir variando o tema conforme o horário, partindo desde humor e passando por notícias e entretenimento. 

Mas a interatividade não fica presa só nesses canais, existe um mundo a desbravar. 

Redes sociais e o público jovem



Já falamos da importância de conversar com o público mais jovem. Principalmente quando falamos numa rádio católica, há sempre a necessidade de trazer os mais jovens para perto de si.

E a rede social permite essa aproximação, uma conversa mais franca até um pouco diferente do que é realizada dentro da rádio. O que o jovem de hoje quer falar e como nós podemos ouvir?

A relação vai além de produtor e consumidor, mas sim de irmãos na fé. Como tocar a vida dessas pessoas? Temos que ir onde eles estão! Aqui separamos algumas dicas para te ajudar a relacionar nas redes:

  • Crie sua conta em redes que façam sentido para o seu público, a principal é o Instagram, mas considere também as outras conforme for o perfil 
  • Deixe a conta no Instagram no modo profissional para acompanhar dados e eventualmente publicar anúncios pagos, alcançando mais pessoas 
  • Traga conteúdos de valor e não transforme seu perfil num anúncio de programação, as pessoas estão nas redes sociais para se relacionar e conhecer mais quem elas seguem 
  • Poste stories diariamente, gere uma conversa
  • Não faça sorteios para ganhar seguidores, atraia eles com seu conteúdo
  • Redes sociais é um ótimo começo para criar um laço e apresentar seus projetos, mas nunca pode ser o único canal

Sabemos bem que transicionar uma rádio católica do tradicional para o digital tem seus desafios e por isso mesmo nos colocamos ao seu lado nessa jornada. Se quiser saber mais como fazer uma comunicação eficaz e atraente e pensar em estratégias para expandir sua rádio para além do dial, fale com a gente.

Somos a Agência Kharis, uma empresa que tem a missão de auxiliar negócios do nicho católico através da estratégia do marketing digital. Temos certeza que a solução para sua rádio vai impulsionar sua audiência e engajá-la ainda mais.

MAIS SOBRE

Rádios

ÚLTIMOS POSTS

ÚLTIMOS POSTS

Compartilhe:

Junte-se a nossa lista e receba atualizações, artigos e dicas incríveis para potencializar a evangelização.

Não sabe por onde começar?

Precisa de ajuda agora?​

Copyright 2019 – 2022 – Agência Kharis. Todos os direitos reservados. CNPJ: 34.896.772/0001-75

Digite seus dados abaixo