5 estratégias para transformar jovens e adolescentes em verdadeiros discípulos de Jesus

5 estratégias para transformar jovens e adolescentes em verdadeiros discípulos de Jesus

Trabalhar com jovens e adolescentes é um grande prazer e honra para um católico trabalhar. É maravilhoso ver a intensidade e força que a juventude tem, acompanhar seu desenvolvimento e ver como esse relacionamento cresce.

Mas sabemos que é desafiador demais transformar esses pequenos em verdadeiros discípulos de Jesus. Afinal de contas é a fase onde os hormônios estão à flor da pele, onde surgem muitas dúvidas e que a pressão externa parece fazer mais efeito. É uma fase de decisão.

E por ser uma fase de decisão, é vital ter a presença de pessoas maduras na fé para consolidar e fortificar a fé em Jesus. 

Hoje vamos apresentar 5 estratégias para conquistar o coração desse público e transformá-los em verdadeiros discípulos de Jesus. 

O jovem e a Igreja Católica

Como talvez você já saiba, o catolicismo é a maior religião no Brasil. No último censo realizado, em 2010, mais de 60% da população se identificava como católica. Um número bem elevado, mas que se torna desafiador numa faixa: os jovens e adolescentes.

Isso porque com o avanço da tecnologia e as mudanças que sofremos nos últimos anos, deixou o jovem mais caseiro, que antes mentia aos pais para sair de casa e hoje mente aos amigos para ficar em casa.

Isso, obviamente, impacta a Igreja como um todo, já que o contato pessoal e a vida em comunidade são essenciais para o fortalecimento da fé e a manifestação da espiritualidade. Claro, é possível ter experiências positivas de fé em casa, mas é necessário alcançar o coração do jovem de maneira ativa e encantadora para que assim ele pratique sua fé e tenha uma vida em comunidade.

E isso vai nos levar as 5 estratégias para transformar jovens e adolescentes em verdadeiros discípulos de Jesus. 

Estratégia #1 – Ser evangelizador 


A primeira parte que aprendemos do próprio Jesus, é garantir que esses jovens e adolescentes creiam Nele. Jesus fez isso com São Pedro, por exemplo.

E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. (Mt 4,19)

Antes de mais nada, precisamos fazer uma evangelização a respeito de Jesus. Garantir que esses jovens se tornem “Time Jesus”. E isso é feito através de doutrina, leitura do Evangelho e ter a sua fé testada, assim como São Pedro que colocou sua fé no Senhor ao lançar as redes ao mar. 

Estratégia #2 – Ser sensível


Em Mateus 9,36-38 vemos uma passagem tocante:

E, vendo as multidões, teve grande compaixão delas, porque andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não têm pastor.

Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros.

Rogai, pois, ao Senhor da seara, que mande ceifeiros para a sua seara.

Os discípulos de Jesus puderam ver um Senhor que tinha compaixão pelos perdidos, alguém que desejava acessar o coração dos mais quebrados. E em inúmeras vezes percebemos através dos Evangelhos que Jesus buscava ser sensível e compassivo com os seus.

Esse é um trabalho que devemos fazer também. Liderar jovens não é só doutrinar alguém num modelo de fé, é saber suas dores, sofrimentos, dúvidas, dificuldades. Não é como transformar alguém num verdadeiro discípulo de Jesus sem ter o seu coração. 

Estratégia #3 – Ser incentivador 

Qual foi a última vez que os jovens e adolescentes da sua comunidade foram enviados para compartilhar sua fé com outras pessoas. Um líder forma outros potenciais líderes. E isso é feito na prática também.

As demonstrações de piedade e misericórdia não podem ficar presas apenas em ensinamentos teóricos. O Evangelho é prático e precisa ser vivido assim. Jesus fez isso com seus discípulos depois de caminhar com eles durante um tempo, ao espalhar de dois em dois para correr com as boas novas em outras cidades.

Espalhe e incentive que os jovens sejam compartilhadores da fé. 

Estratégia #4 – Ser autorizador 


“Eu sou o caminho, a verdade e a vida”. Jesus apontou para os seus discípulos e lhes deu autoridade para cumprir seu chamado.

Os jovens precisam ter essa autoridade e esse encargo de fé. Não é uma moda, não é algo passageiro, não é um grupo de reúne casualmente. São pessoas com uma missão e essa missão nos é dada para ser cumprida até o final.

Essa geração terá muitos desafios para re-conquistar as pessoas para o Reino de Deus. Logo, precisam ter esse encargo e autoridade desde já. 

Estratégia #5 – Ser energizador 

Antes de Jesus partir, Ele foi muito claro em suas ordenanças para com seus discípulos. E quando veio Pentecostes, os discípulos estavam energizados para a Evangelização.

É momento de espalhar essa energia e tornar os jovens da sua comunidade em pessoas decididas por Cristo, a ponto de largar tudo para viver pela fé. E isso vem de um coração que encha a juventude de coragem, fé e esperança. 

Conclusão

Sabemos que seguir essas estratégias pode ser desafiador. Afinal de contas, estamos falando de pessoas que estão numa fase decisiva de suas vidas. Então, como último conselho, dizemos para você ser como Jesus era: alguém compassivo, misericordioso, cheio de amor, com valores imutáveis e com grande senso de justiça.

Tenha fé em seguir a sua missão de trazer essa chama ao coração de jovens e adolescentes e confie no Senhor.

Esperamos que esse artigo te ajude para alcançar os jovens da sua comunidade e torná-los verdadeiros discípulos de Jesus. Nós cremos na missão. Tanto que somos uma agência de marketing digital focada em ajudar comunidades em geral a serem mais relevantes através de ações e canais da internet.

Nos chamamos Kharis e será um prazer ajudar você a cumprir essa missão. Se conecte com a gente e saiba mais sobre o nosso trabalho.

MAIS SOBRE

Vocação

ÚLTIMOS POSTS

ÚLTIMOS POSTS

Compartilhe:

Junte-se a nossa lista e receba atualizações, artigos e dicas incríveis para potencializar a evangelização.

Não sabe por onde começar?

Precisa de ajuda agora?​

Copyright 2019 – 2022 – Agência Kharis. Todos os direitos reservados. CNPJ: 34.896.772/0001-75

Digite seus dados abaixo